INDICAÇÕES TEGRETOL E TEGRETOL CR

Atualizado em 24/05/2016

• EpilepsiaCrises parciais complexas ou simples (com ou sem perda da consciência) com ou sem generalização secundária.
Crises tônico-clônicas generalizadas. Formas mistas dessas crises.

TEGRETOL é adequado para monoterapia e terapia combinada1. TEGRETOL geralmente não é eficaz em crises de ausência (pequeno mal) e em crises monoclônicas (veja "Precauções").

• Mania aguda e tratamento de manutenção em distúrbios afetivos bipolares para prevenir ou atenuar recorrências2.
Síndrome3 de abstinência alcoólica.
Neuralgia4 idiopática5 do trigêmio e neuralgia4 trigeminal em decorrência de esclerose múltipla6. (típica ou atípica). Neuralgia4 glossofaríngea idiopática5.
Neuropatia7 diabética dolorosa.
Diabetes8 insípida central. Poliúria9 e polidipsia10 de origem neurormonal.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Terapia combinada: Uso de medicações diferentes ao mesmo tempo (agentes hipoglicemiantes orais ou um agente hipoglicemiante oral e insulina, por exemplo) para administrar os níveis de glicose sangüínea em pessoas com diabetes tipo 2.
2 Recorrências: 1. Retornos, repetições. 2. Em medicina, é o reaparecimento dos sintomas característicos de uma doença, após a sua completa remissão. 3. Em informática, é a repetição continuada da mesma operação ou grupo de operações. 4. Em psicologia, é a volta à memória.
3 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
4 Neuralgia: Dor aguda produzida pela irritação de um nervo. Caracteriza-se por ser muito intensa, em queimação, pulsátil ou semelhante a uma descarga elétrica. Suas causas mais freqüentes são infecção, lesão metabólica ou tóxica do nervo comprometido.
5 Idiopática: 1. Relativo a idiopatia; que se forma ou se manifesta espontaneamente ou a partir de causas obscuras ou desconhecidas; não associado a outra doença. 2. Peculiar a um indivíduo.
6 Esclerose múltipla: Doença degenerativa que afeta o sistema nervoso, produzida pela alteração na camada de mielina. Caracteriza-se por alterações sensitivas e de motilidade que evoluem através do tempo produzindo dano neurológico progressivo.
7 Neuropatia: Doença do sistema nervoso. As três principais formas de neuropatia em pessoas diabéticas são a neuropatia periférica, neuropatia autonômica e mononeuropatia. A forma mais comum é a neuropatia periférica, que afeta principalmente pernas e pés.
8 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
9 Poliúria: Diurese excessiva, pode ser um sinal de diabetes.
10 Polidipsia: Sede intensa, pode ser um sinal de diabetes.

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.