REAÇÕES ADVERSAS XELODA

Atualizado em 28/05/2016

Informe ao seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis.Adicionalmente aos efeitos benéficos de XELODA, é possível que ocorram efeitos indesejados durante o tratamento, mesmo quando usado conforme a prescrição médica.
Os efeitos indesejados comumente ocorrem no início do tratamento. Os efeitos indesejados mais comuns são:
Os pacientes que tomam XELODA podem desenvolver diarréia1. Caso você tenha mais de 4 evacuações por dia e diarréia1 durante a noite, pare de tomar XELODA imediatamente e procure seu médico para obter informações adicionais.
Você pode perder o apetite e ficar com náusea2 devido a XELODA. Caso você pense que a quantidade de alimentação que come diariamente é muito menor do que a normal, procure o seu médico para obter informações adicionais.
Você poderá vomitar enquanto estiver tomando XELODA. Caso vomite mais do que uma vez durante um período de 24 horas, pare de tomar XELODA imediatamente e procure seu médico para obter informações adicionais.
Algumas vezes, XELODA poderá causar formigamento, adormecimento, inchaço3 ou avermelhamento nas palmas das mãos4 e nas solas dos pés. Caso os sintomas5 se agravem, com presença de DOR e inchaço3 ou bolhas, pare de tomar XELODA imediatamente e procure seu médico para obter informações adicionais.
Pode acontecer avermelhamento ou feridas na parte interna da boca6. Caso você tenha feridas DOLORIDAS, pare de tomar XELODA imediatamente e procure seu médico para obter informações adicionais.
Esses efeitos colaterais7 normalmente melhoram rapidamente (dentro de 2-3 dias) se o tratamento com XELODA for interrompido; o tratamento poderá, então, ser reiniciado, de acordo com as instruções de seu médico. Caso perceba qualquer um desses efeitos, você deve informar ao seu médico imediatamente a respeito.

Foram observados outros efeitos colaterais7 menos comuns e normalmente leves, como erupções cutâneas8, perda leve de cabelo9, fadiga10, febre11, fraqueza, sonolência, cefaléia12, dormência13 ou sensações de formigamento, mudanças do paladar14, tontura15, insônia, inchaço3 das pernas, perda do apetite e desidratação16.
Caso você esteja preocupada a respeito destes ou de qualquer (quaisquer) outro(s) efeito(s) inesperado(s), consulte o seu médico.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
2 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
3 Inchaço: Inchação, edema.
4 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
6 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
7 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
8 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
9 Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.
10 Fadiga: 1. Sensação de enfraquecimento resultante de esforço físico. 2. Trabalho cansativo. 3. Redução gradual da resistência de um material ou da sensibilidade de um equipamento devido ao uso continuado.
11 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5캜 e temperatura retal acima de 38캜. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
12 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
13 Dormência: 1. Estado ou característica de quem ou do que dorme. 2. No sentido figurado, inércia com relação a se fazer alguma coisa, a se tomar uma atitude, etc., resultando numa abulia ou falta de ação; entorpecimento, estagnação, marasmo. 3. Situação de total repouso; quietação. 4. No sentido figurado, insensibilidade espiritual de um ser diante do mundo. Sensação desagradável caracterizada por perda da sensibilidade e sensação de formigamento, e que geralmente ocorre nas extremidades dos membros. 5. Em biologia, é um período longo de inatividade, com metabolismo reduzido ou suspenso, geralmente associado a condições ambientais desfavoráveis; estivação.
14 Paladar: Paladar ou sabor. Em fisiologia, é a função sensorial que permite a percepção dos sabores pela língua e sua transmissão, através do nervo gustativo ao cérebro, onde são recebidos e analisados.
15 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
16 Desidratação: Perda de líquidos do organismo pelo aumento importante da freqüência urinária, sudorese excessiva, diarréia ou vômito.

Tem alguma dvida sobre REAÇÕES ADVERSAS XELODA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.