QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO LUMIGAN

Atualizado em 28/05/2016

CONTRA-INDICAÇÕES LUMIGAN® é contra-indicado em pacientes com alergia1 ao bimatoprosta ou a qualquer dos demais componentes da fórmula do produto. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

ADVERTÊNCIAS
Foram relatados aumentos gradativos do crescimento dos cílios2 em comprimento e espessura, escurecimento dos cílios2, e, escurecimento da pele3 ao redor dos olhos4. Também foi relatado escurecimento da cor dos olhos4. Algumas dessas alterações podem ser permanentes, outras não. Se o tratamento for feito em apenas um dos olhos4 essas reações podem ocorrer somente no olho5 tratado, e o resultado é que os olhos4 poderão ficar diferentes um do outro.


Houve relatos de infecção6 bacteriana associada com o uso de recipientes de doses múltiplas de produtos oftálmicos de uso tópico7. Esses recipientes foram contaminados inadvertidamente pelos pacientes. Por isso evite o contato do conta-gotas do frasco com qualquer superfície para evitar contaminação. Não permita que a ponta do frasco entre em contato direto com os olhos4.

LUMIGAN® deve ser utilizado com cautela em pacientes com inflamação8 intra-ocular ativa.


Interferência na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas

A aplicação do colírio9 em geral não causa alterações da visão10, mas caso ocorra leve borramento de visão10 logo após a aplicação, recomenda-se aguardar até que a visão10 retorne ao normal antes de dirigir veículos ou operar máquinas.


Não deve ser utilizado durante a gravidez11 e a amamentação12, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico se ocorrer gravidez11 ou iniciar amamentação12 durante o uso deste medicamento.


Não foram realizados estudos em crianças.


Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis.


Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.


Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde13.

PRECAUÇÕES
Usuários de lentes de contato

As lentes de contato devem ser retiradas antes da instilação de LUMIGAN® porque o conservante presente em LUMIGAN® pode ser absorvido por lentes de contato gelatinosas. Pessoas que usam esse tipo de lente devem esperar, no mínimo 15 minutos, após a administração do produto, para colocar as lentes sobre os olhos4.


Pacientes com insuficiência renal14 ou hepática15

LUMIGAN® não foi estudado em pacientes com mau funcionamento dos rins16 ou do fígado17 e, portanto deve ser utilizado com cautela em tais pacientes.


Pacientes idosos

Não foram observadas diferenças de eficácia e segurança entre pacientes idosos e de outras faixas etárias, de modo que não há recomendações especiais quanto ao uso em idosos.


Uso em crianças

A segurança e eficácia de LUMIGAN® não foram estabelecidas em crianças.


Mulheres grávidas ou que estejam amamentando

Como não foram realizados estudos sobre o uso de LUMIGAN® (bimatoprosta) em pacientes grávidas, o medicamento só deve ser usado durante a gravidez11 após avaliação criteriosa pelo médico. Informe seu médico a ocorrência de gravidez11 na vigência do tratamento ou após o seu término.

Informe ao seu médico se estiver amamentando.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Não são previstas interações entre LUMIGAN® e outros medicamentos.

LUMIGAN® pode ser administrado concomitantemente com outros colírios para reduzir a hipertensão18 intra-ocular, e, neste caso, deve-se respeitar o intervalo de pelo menos 5 minutos entre a administração dos medicamentos. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.


Não deve ser utilizado durante a gravidez11 e a amamentação12, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico se ocorrer gravidez11 ou iniciar amamentação12 durante o uso deste medicamento.


Não foram realizados estudos em crianças.


Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis.


Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.


Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde13.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
2 Cílios: Populações de processos móveis e delgados que são encontrados revestindo a superfície dos ciliados (CILIÓFOROS) ou a superfície livre das células e que constroem o EPITÉLIO ciliado. Cada cílio nasce de um grânulo básico na camada superficial do CITOPLASMA. O movimento dos cílios propele os ciliados através do líquido no qual vivem. O movimento dos cílios em um epitélio ciliado serve para propelir uma camada superficial de muco ou fluido.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Olhos:
5 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
6 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
7 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
8 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
9 Colírio: Preparação farmacológica líquida na qual se encontram dissolvidas diferentes drogas que atuam na conjuntiva ocular.
10 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
11 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
12 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
13 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
14 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
15 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
16 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
17 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
18 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.

Tem alguma dúvida sobre QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO LUMIGAN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.