INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS NEO AMITRIPTILIN

Atualizado em 28/05/2016
Neo Amitriptilin potencializa os efeitos depressores sobre o sistema nervoso central1 quando administrados, concomitantemente com álcool, anti-hipertensivos com efeitos depressores do sistema nervoso central1 (por exemplo, alcalóides da rauwolfia e guanabenzo), anti-histamínicos e outros depressores do sistema nervoso central1.
Pode intensificar os efeitos antimuscarínicos da amantadina, bem como os antidiscinéticos, antihistamínicos ou atropina de compostos relacionados.
Pode causar aumento na atividade anticoagulante2 dos anticoagulantes3 cumarínicos ou idandiônicos.
Pode aumentar o risco de agranulocitose4 de agentes antitireoideanos, tais como metimazol sódico ou propiltiouracil.
Pode diminuir os efeitos hipotensores de clonidina ou guanetidina, antagoniza os efeitos do metilfenidato.
Barbitúricos e efedrina podem diminuir os efeitos dos antidepressivos tricíclicos.
Cimetidina pode inibir a biotransformação da amitriptilina e aumentar as concentrações plasmáticas, resultando em toxicidade5.
Dissulfiram pode causar delírio6 transitório, sobretudo quando administrado junto com  amitriptilina; fenfluramina pode potencializar os efeitos sedativos dos tricíclicos ou dela própria.
Estrogênios ou anticoncepcionais contendo estrogênios podem ter diminuição de seus efeitos terapêuticos e também aumentar as concentrações plasmáticas dos tricíclicos, resultando em toxicidade5.
Fenotiazínicos, haloperidol, maprotilina ou tioxantênicos podem prolongar e intensificar seus próprios efeitos sedativos e antimuscarínicos ou dos tricíclicos.
Hormônios tireoideanos podem aumentar a possibilidade de arritmias7 cardíacas.
lnibidores da MAO8 causam episódios hiperpiréticos, convulsões graves, crises hipertensivas e até morte; deve ser observado intervalo mínimo de 14 dias entre a suspensão dos inibidores da MAO8 e o início do tratamento com tricíclicos e vice-versa.
Simpatomiméticos de ação direta (por exemplo, epinefrina, isoprenalina e norepinefrina) e de ação direta e indireta, mas predominantemente direta (por exemplo, dopamina9 e fenilefrina), podem potencializar os efeitos cardiovasculares.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
2 Anticoagulante: Substância ou medicamento que evita a coagulação, especialmente do sangue.
3 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
4 Agranulocitose: Doença causada pela falta ou número insuficiente de leucócitos granulócitos (neutrófilos, basófilos e eosinófilos), que se manifesta como ulcerações na garganta e outras mucosas, seguidas por infecções graves.
5 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
6 Delírio: Delirio é uma crença sem evidência, acompanhada de uma excepcional convicção irrefutável pelo argumento lógico. Ele se dá com plena lucidez de consciência e não há fatores orgânicos.
7 Arritmias: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
8 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
9 Dopamina: É um mediador químico presente nas glândulas suprarrenais, indispensável para a atividade normal do cérebro.

Tem alguma dvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS NEO AMITRIPTILIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.