ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES NEURONTIN

Atualizado em 28/05/2016

GERAIS

Embora não haja evidência de crises de rebote com a gabapentina, a suspensão abrupta
de anticonvulsivantes em pacientes epilépticos pode precipitar o estado de mal epiléptico.
Quando por julgamento clínico houver a necessidade de redução de dose,
descontinuação ou substituição por um fármaco1 anticonvulsivante alternativo, isto deve
ser feito gradualmente, durante no mínimo uma semana.
Neurontin® (gabapentina) geralmente não é considerado eficaz no tratamento de crises
de ausência.
Não se deve ultrapassar o intervalo de 12 horas entre as doses de Neurontin® para
prevenir a reincidência2 de convulsões.

USO DURANTE A GRAVIDEZ3 E LACTAÇÃO4

Uso Durante a Gravidez3
Não há estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas. Devido aos
estudos de reprodução5 em animais nem sempre serem um indicativo da resposta em
humanos, Neurontin ® deve ser utilizado durante a gravidez3 apenas se o potencial
benefício para a paciente justificar o potencial risco para o feto6 (vide "Dados de
Segurança Pré-Clínicos - Teratogênese7").

Uso Durante a Lactação4
A gabapentina é excretada no leite materno. Devido ao efeito no lactente8 ser
desconhecido, deve-se ter cuidado ao administrar Neurontin® em lactantes9. Neurontin®
deve ser utilizado em lactantes9 apenas se os benefícios superarem os riscos.

USO EM PACIENTES PEDIÁTRICOS

Epilepsia10
Não foram estabelecidas a segurança e a eficácia da monoterapia em crianças menores
de 12 anos (vide "Posologia").

Dor Neuropática11
Não foram estabelecidas a segurança e a eficácia em pacientes menores de 18 anos.

EFEITOS NA HABILIDADE DE DIRIGIR E OPERAR MÁQUNAS

O paciente deve ser aconselhado a não dirigir nem operar máquinas potencialmente
perigosas até que se saiba que este medicamento não afeta as suas habilidades para
realizar estas atividades.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
2 Reincidência: 1. Ato ou efeito de reincidir ou repetir. 2. Obstinação, insistência, teimosia.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
5 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
6 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
7 Teratogênese: Formação e desenvolvimento no útero de anomalias que levam a malformações; teratogenia.
8 Lactente: Que ou aquele que mama, bebê. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
9 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
10 Epilepsia: Alteração temporária e reversível do funcionamento cerebral, que não tenha sido causada por febre, drogas ou distúrbios metabólicos. Durante alguns segundos ou minutos, uma parte do cérebro emite sinais incorretos, que podem ficar restritos a esse local ou espalhar-se. Quando restritos, a crise será chamada crise epiléptica parcial; quando envolverem os dois hemisférios cerebrais, será uma crise epiléptica generalizada. O paciente pode ter distorções de percepção, movimentos descontrolados de uma parte do corpo, medo repentino, desconforto no estômago, ver ou ouvir de maneira diferente e até perder a consciência - neste caso é chamada de crise complexa. Depois do episódio, enquanto se recupera, a pessoa pode sentir-se confusa e ter déficits de memória. Existem outros tipos de crises epilépticas.
11 Neuropática: Referente à neuropatia, que é doença do sistema nervoso.

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES NEURONTIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.