INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS CAPTOPRIL

Atualizado em 28/05/2016

HIPOTENSÃO1
PACIENTES EM TERAPIA COM DIURÉTICOS2
PACIENTES TOMANDO DIURÉTICOS2 E PRINCIPALMENTE AQUELES NOS QUAIS A TERAPIA COM DIURÉTICOS2 FOI INSTITUÍDA RECENTEMENTE, BEM COMO AQUELES COM INTENSAS RESTRIÇÕES DIETÉTICAS DE SAL OU EM DIÁLISE3, PODERÃO APRESENTAR, OCASIONALMENTE, UMA REDUÇÃO BRUSCA DA PRESSÃO ARTERIAL4, GERALMENTE NA PRIMEIRA HORA APÓS TEREM RECEBIDO A DOSE INICIAL DE CAPTOPRIL.
AGENTES COM ATIVIDADE VASODILATADORA
DROGAS COM ATIVIDADE VASODILATADORA DEVERÃO SER ADMINISTRADAS COM CUIDADO, CONSIDERANDO-SE O USO DE DOSES MENORES.
AGENTES QUE AFETAM A ATIVIDADE SIMPÁTICA
AGENTES QUE AFETAM A ATIVIDADE SIMPÁTICA (P. EX., AGENTES BLOQUEADORES GANGLIONARES OU AGENTES BLOQUEADORES DE NEURÔNIOS5 ADRENÉRGICOS6) DEVEM SER USADOS COM CAUTELA.
AGENTES QUE AUMENTAM O POTÁSSIO SÉRICO
AGENTES POUPADORES DE POTÁSSIO, TAIS COMO A ESPIRONOLACTONA , TRIANTERENO OU AMILORIDA , OU SUPLEMENTOS DE POTÁSSIO , DEVERÃO SER ADMINISTRADOS APENAS PARA HIPOCALEMIA7 DOCUMENTADA E, ENTÃO, COM CAUTELA , JÁ QUE PODEM LEVAR A UM AUMENTO SIGINIFICATIVO DO POTÁSSIO SÉRICO. OS SUBSTITUTOS DO SAL CONTENDO POTÁSSIO DEVERÃO SER TAMBÉM USADOS COM CAUTELA.
INIBIDORES DA SÍNTESE ENDÓGENA DE PROSTAGLANDINAS8
HÁ RELATOS DE QU E A INDOMETACINA PODE REDUZIR O EFEITO ANTI-HIPERTENSIVO DO CAPTOPRIL, PRINCIPALMENTE EM CASOS DE HIPERTENSÃO9 COM RENINA BAIXA. OUTROS AGENTES ANTINFLAMATÓRIOS NÃO-ESTERÓIDES (P. EX., ÁCIDO ACETILSALICÍLICO ) TAMBÉM PODEM APRESENTAR ESTE EFEITO .
LÍTIO
RELATA-SE AUMENTO DOS NÍVEIS SÉRICOS DE LÍTIO E SINTOMAS10 DE TOXICIDADE11 DO LÍTIO EM PACIENTES RECEBENDO CONCOMITANTEMENTE LÍTIO E INIBIDORES DA ENZIMA12 CONVERSORA DE ANGIOTENSINA (ECA). ESTAS DROGAS DEVEM SER ADMINISTRADAS COM CUIDADO E RECOMENDA-SE MONITORIZAÇÃO FREQÜENTE DOS NÍVEIS SÉRICOS DE LÍTIO. SE UM DIURÉTICO13 FOR USADO CONCOMITANTEMENTE, OS RISCOS DE TOXICIDADE11 PELO LÍTIO AUMENTAM.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
2 Diuréticos: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
3 Diálise: Quando os rins estão muito doentes, eles deixam de realizar suas funções, o que pode levar a risco de vida. Nesta situação, é preciso substituir as funções dos rins de alguma maneira, o que pode ser feito realizando-se um transplante renal, ou através da diálise. A diálise é um tipo de tratamento que visa repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio. Existem dois tipos de diálise: a hemodiálise e a diálise peritoneal.
4 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
5 Neurônios: Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO. Sinônimos: Células Nervosas
6 Adrenérgicos: Que agem sobre certos receptores específicos do sistema simpático, como o faz a adrenalina.
7 Hipocalemia: Concentração sérica de potássio inferior a 3,5 mEq/l. Pode ocorrer por alterações na distribuição de potássio (desvio do compartimento extracelular para intracelular) ou de reduções efetivas no conteúdo corporal de potássio por uma menor ingesta ou por perda aumentada. Fraqueza muscular e arritimias cardíacas são os sinais e sintomas mais comuns, podendo haver também poliúria, polidipsia e constipação. Pode ainda ser assintomática.
8 Prostaglandinas: É qualquer uma das várias moléculas estruturalmente relacionadas, lipossolúveis, derivadas do ácido araquidônico. Ela tem função reguladora de diversas vias metabólicas.
9 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
10 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
11 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
12 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
13 Diurético: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.

Tem alguma dvida sobre INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS CAPTOPRIL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.