ALTERAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS CAPTOPRIL

Atualizado em 28/05/2016

ACETONA URINÁRIA: PODE RESULTAR EM FALSO-POSITIVOELETRÓLITOS1 DO SORO2
-HIPERCALEMIA3: PRINCIPALMENTE EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL4
-HIPONATREMIA5: PRINCIPALMENTE EM PACIENTES SOB DIETA COM RESTRIÇÃO DE SAL OU SOB TRATAMENTO CONCOMITANTE COM DIURÉTICOS6.
URÉIA7/ CREATININA8 SÉRICA
ELEVAÇÃO TRANSITÓRIA DOS NÍVEIS DE URÉIA7 E CREATININA8 SÉRICA PRINCIPALMENTE EM PACIENTES VOLUME OU SAL-DEPLETADOS OU COM HIPERTENSÃO9 RENOVASCULAR.
HEMATOLÓGICA
OCORRÊNCIA DE TÍTULOS POSITIVOS DE ANTI-CORPO ANTI-NÚCLEO.
TESTES DE FUNÇÃO HEPÁTICA10
PODEM OCORRER ELEVAÇÕES DAS TRANSAMINASES, FOSFATASE ALCALINA11 E BILIRRUBINA12 SÉRICA.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Eletrólitos: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
2 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
3 Hipercalemia: É a concentração de potássio sérico maior que 5.5 mmol/L (mEq/L). Uma concentração acima de 6.5 mmol/L (mEq/L) é considerada crítica.
4 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
5 Hiponatremia: Concentração de sódio sérico abaixo do limite inferior da normalidade; na maioria dos laboratórios, isto significa [Na+] < 135 meq/L, mas o ponto de corte [Na+] < 136 meq/L também é muito utilizado.
6 Diuréticos: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
7 Ureia: 1. Resíduo tóxico produzido pelo organismo, resulta da quebra de proteínas pelo fígado. É normalmente removida do organismo pelos rins e excretada na urina. 2. Substância azotada. Composto orgânico cristalino, incolor, de fórmula CO(NH2)2 (ou CH4N2O), com um ponto de fusão de 132,7 °C.
8 Creatinina: Produto residual das proteínas da dieta e dos músculos do corpo. É excretada do organismo pelos rins. Uma vez que as doenças renais progridem, o nível de creatinina aumenta no sangue.
9 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
10 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
11 Fosfatase alcalina: É uma hidrolase, ou seja, uma enzima que possui capacidade de retirar grupos de fosfato de uma distinta gama de moléculas, tais como nucleotídeos, proteínas e alcaloides. Ela é sintetizada por diferentes órgãos e tecidos, como, por exemplo, os ossos, fígado e placenta.
12 Bilirrubina: Pigmento amarelo que é produto da degradação da hemoglobina. Quando aumenta no sangue, acima de seus valores normais, pode produzir uma coloração amarelada da pele e mucosas, denominada icterícia. Pode estar aumentado no sangue devido a aumento da produção do mesmo (excesso de degradação de hemoglobina) ou por dificuldade de escoamento normal (por exemplo, cálculos biliares, hepatite).

Tem alguma dúvida sobre ALTERAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS CAPTOPRIL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.